• Joseane Terto

Dia Mundial da Conscientização do Autismo


No ano de 2007, no dia 02 de abril, a Assembleia Geral das Nações Unidas decretou como o Dia Mundial da Conscientização do Autismo, como parte de uma iniciativa global para a inclusão e melhoria na qualidade de vida das pessoas com autismo, com foco em campanhas de informação sobre esse distúrbio para a sociedade.


O transtorno do espectro do autismo (TEA) é uma deficiência complexa do desenvolvimento; os sinais, geralmente, aparecem durante a primeira infância e afetam a capacidade de uma pessoa se comunicar e interagir com outras pessoas.


Neste dia, queremos chamar a atenção para pensarmos que antes de tudo o autismo representa apenas um aspecto da personalidade da pessoa, por isso não podemos limitar a reconhecê-los apenas como pessoas “autistas”.


Para pessoas com autismo a percepção sensorial é alterada, tornando alguns cheiros, sabores, texturas, sons e imagens até dolorosos na sua interação para com eles e que talvez no dia a dia para outras pessoas passam de modo imperceptível.


É importante se comunicar com eles de modo direto, com frases claras, evitando os trocadilhos, as mensagens subliminares e até subjetivas, como metáforas e com duplo sentido, a pessoa com autismo é um pensador concreto.


Por isso, é difícil fazer leituras das expressões faciais, linguagem corporal ou perceber as emoções das pessoas o que torna mais complicado a interação social, por isso, precisa de ajuda propondo jogos com participação coletiva isso ajuda a melhorar a sua interação social.




Outro fator que ajuda demais na comunicação são:

1) as pistas visuais,

2) a representação gráfica das atividades diárias o ajuda compreender a sequência das ações a serem desenvolvidas, a compreender a linha do tempo.


Portanto, neste dia queremos chamar atenção para que você perceba o autismo como uma capacidade diferente de interpretar e entender o mundo e não como uma deficiência, tudo mudará a partir desta perspectiva.


Respeite, afinal, somos seres sociais e precisamos do diferente para compreender o outro e a nós mesmos.


Elaborado por:

Profa. Valéria, doutora em Educação pela PUC-SP. Diretora Pedagógica na Apliqueducação onde cria e desenvolve jogos de alfabetização baseados em evidências de pesquisa por conta de sua longa e sólida experiência em sala de aula no Ensino Fundamental, incluindo o trabalho de com alunos da Educação Especial.


105 visualizações

Assine nossa newsletter e fique por dentro!

© 2019 por Apliqueducação.

CONTATO

WhatsApp: 11 99667 8051

E-mail: contato@apliqueducacao.com.br

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram